Zeca Pagodinho

"Camarao que Dorme a Onda Leva"

CAMARAO QUE DORME A ONDA LEVA Lyrics by Zeca Pagodinho
Camarão Que Dorme a Onda Leva

Não pense que meu coração é de papel
Não brinque com o meu interior
Camarão que dorme a onda leva
Hoje é dia da caça, amanhã do caçador
Não quero que nosso amor acabe a**im
Um coração quando ama é sempre amigo
Só não faça gato e sapato de mim
Pois aquele que dá pão, também dá castigo
Não pense que meu coração....

São José de Madureira
Composição: Beto Sem Braço/Zeca Pagodinho

São José
Tu protejas a serrinha
Que felicidade minha
Eu poder te contemplar
Tua capela é tão bela
Enfeita o morro
Mas quem te pede socorro
Não é só quem vive lá
Quem te agradece
Por ser tão bem a**istido
E ter sempre conseguido
Tantas glórias a teus pés é quem sobe o morro
Carregando lata d'agua
Solta o riso, esquece a mágoa
Faz do samba brincadeira
(De onde é?)
É de Madureira, São José
É de Madureira, São José
É de Madureira, São José
É de Madureira, São José
Mas São José
Lá do alto da pedreira
Você olha
Madureira São José
Olha Madureira, São José
Olha Madureira
Protege o Império e a Portela
Que vão pra avenida
E levantam poeira
(e de onde é?)
É de Madureira, São José
É de Madureira, São José
É de Madureira, São José
É de Madureira
(Porque)
É de Madureira...
Esse Santo camarada
Dá sempre uma olhada na Mangueira
(Porque) É de Madureira...
Dá uma olhada pros pobres
Compadre, que não tá de brincadeira
É de Madureira, São José
É de Madureira, São José
É de Madureira, São José
É de Madureira

Dor de Amor

Laia laia laia laia laia laia laia...
Dor de amor é difícil curar
Ai como dói....
Ai Como dói a dor
Como doi a dór de amar
Quem se desencantou
Sabe o que e chorar
Neste mundo não tem professor
Pra matéria do amor ensinar
Nem tão pouco se encontra doutor
Dor de amor é dificl curar

Ai como doi...
Ai Como dói a dor
Como doi a dór de amar
Quem se desencantou
Sabe o que e chorar
Neste mundo não tem professor
Pra matéria do amor ensinar
Nem tão pouco se encontra doutor
Dor de amor é dificl curar

Chico preto, malandro veneno
Agora e sereno vive de paixão
Sorte dele ser correspondido
É bem sucedido, não ama em vão

E o contrario foi o branco chico
Tão belo, tão rico, dono da razão
Não valeu...
Não valeu seu poder financeiro
Pois não há dinheiro que compre emoção
Ele quis viajar de saveiro
Mas era jangada a embarcação

Que saiu mas se encalhou
Não chegou a alto mar
Mas um sonho naufragou
Dor de amor é dificil curar
Mas um sonho naufragou

Dor de amor é dificil curar
Ai como doi...
Ai Como dói a dor
Como doi a dór de amar
Quem se desencantou
Sabe o que e chorar
Neste mundo não tem professor
Pra matéria do amor ensinar
Nem tão pouco se encontra doutor
Dor de amor é dificl curar
Chico preto, malandro veneno
Agora e sereno vive de paixão
Sorte dele ser correspondido
É bem sucedido, não ama em vão

E o contrario foi o branco chico
Tão belo, tão rico, dono da razão
Não valeu seu poder financeiro
Pois não há dinheiro que compre emoção
Ele quis viajar de saveiro
Mas era jangada a embarcação

Que saiu mas se encalhou
Não chegou a alto mar
Mas um sonho naufragou
Dor de amor é dificil curar
Mas um sonho naufragou
Dor de amor é dificil curar

Ai como doi...
Ai Como dói a dor
Como doi a dór de amar
Quem se desencantou
Sabe o que e chorar
Neste mundo não tem professor
Pra matéria do amor ensinar
Nem tão pouco se encontra doutor
Dor de amor é dificl curar

E uma dor sem remedio para aliviar
Dor de amor é dificil curar
Se doer vou sofrer
Mas não vou me acabar
Dor de amor é dificil curar
Só quem é muito forte pode superar
Dor de amor é dificil curar
É a justiça divina é quem vai me salvar
Dor de amor é dificil curar
E é por isso que eu amo sem medo de errar
Dor de amor é dificil curar
Jogo o jogo do amor pra perder ou ganhar
Dor de amor é dificil curar
A matéria do amor ninguém pode ensinar
Dor de amor é dificil curar
Foi na escola da vida que aprendi a amar
  • 8968 Likes
  • 20594 Views
  • 771 Comments
a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z