Zeca Pagodinho

"Pagodeiro fino trato"

PAGODEIRO FINO TRATO Lyrics by Zeca Pagodinho
Pagodeiro Fino Trato - 2000
Carlos Roberto da Mangueira - Universal Publishing

Meu ap, meu ap. de sala-e-quarto, não é mais a**im tão farto de alegria e amor
Hoje só o teu retrato na moldura de um prato tem relativo valor
Quase que tive um infarto quando teu amor ingrato o meu coração desprezou
Pagodeiro fino trato, feito de gato e sapato, não passo de um sofredor
Ainda vou vencer tua beleza, embora reconheça quem tu és
Um dia cai a tua realeza e a coroa vem sob meus pés
Hoje eu só posso dar certeza, ainda te verei sofrer revés
Não se pode mudar a natureza, ficam os dedos vão-se os anéis, os anéis
Não se pode mudar a natureza, ficam os dedos vão-se os anéis
Meu ap, meu ap. de sala-e-quarto, não é mais a**im tão farto de alegria e amor
Hoje só o teu retrato na moldura de um prato tem relativo valor
Quase que tive um infarto, quase que tive um infarto quando teu amor ingrato o meu coração desprezou
Pagodeiro fino trato, feito de gato e sapato, não passo de um sofredor

Ainda vou vencer tua beleza, embora reconheça quem tu és
Um dia cai a tua realeza e a coroa vem sob meus pés
Hoje eu só posso dar certeza, ainda te verei sofrer revés
Não se pode mudar a natureza, ficam os dedos vão-se os anéis, os anéis
Não se pode mudar a natureza, ficam os dedos vão-se os anéis, ficam os dedos vão-se os anéis, os anéis
Ficam os dedos vão-se os anéis
Ficam os dedos vão-se os anéis
  • 5398 Likes
  • 19568 Views
  • 156 Comments
a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z